Tópicos séc. XIX

Pan and Syrinx,_1759 - 32,4x41,9.óleo

Em 30.08.22

Escolha sobre a tridução de D. Pignatari: Fauno

Mallarmé e Poe.

Em 25.08.22

Texto sobre o silêncio em Mallarmé.

Cartas de Mallarmé (não prontas para edição): se utilizar em algum trabalho, por favor, dê crédito de tradução.

Em 08.08.22

Carta do Vidente com poemas (trad. Ivo Barroso).

Em 01.07.22

Referência para os textos falando de Baudelaire e alguns falando de cidade e literatura:

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Obras escolhidas. V. 1. São Paulo: Brasiliense, 2012.

PESAVENTO, Sandra J. O imaginário da cidade: visões literárias do urbano. Porto Alegre: UFRGS, 1999.

GOMES, Renato C. Todas as cidades, a cidade. Rio de Janeiro: Rocco, 2008.

Em 29.06.22

Referências sobre aproximações teóricas entre o Barroco e a Modernidade:

CHIAMPI, Irlemar. Barroco e modernidade. São Paulo: Perspectiva, 1998.

CAMPOS, Haroldo. O sequestro do barroco na formação da literatura brasileira: o caso Gregório de Matos. Salvador: Fundação Casa de Jorge Amado, 1989.

____. O arco-íris branco: ensaios de literatura e cultura. Rio de Janeiro: Imago, 1997.

PAZ, Octavio. Sóror Juana Inés de la Cruz: as armadilhas da fé. São Paulo: Mandarim, 1998. Trad. Wladir Dupont.

VICENZO, Russo. "Uma dobra (neo) barroca." in: Gragoatá. Niterói: Ed. UFF, 2009, n.27.

Em 27.06.22

Divulgação de um evento do professor Ivan Cooling:

Teremos uma roda de conversa no evento 7ª Semana Cultural IFPR Câmpus Pinhais. O título é: “Esperanto: Língua, História e Cultura” e ocorrerá de forma remota pelo “Google Meets” na quarta-feira, dia 29, das 17h às 18h30min.

A inscrição, que é gratuita, pode ser feita pela página: <https://www.even3.com.br/semanacultural2022/>. Depois de fazer a inscrição no evento como um todo, é preciso se registrar nos itens específicos nos quais vocês queiram participar.

A programação da Semana Cultural é bem rica. Vejam as outras atividades disponíveis! Essa minha participação acontecerá em nome do projeto de extensão “Línguas em Diálogo” (LeD). Participarão outros membros do projeto, colegas e ex-colega de vocês aqui nas Letras, com oficinas sobre finlandês, havaiano, grego antigo e coreano.


Em 22.6.22

O texto de Victor Hugo, Do grotesco e do sublime.

Pra quem quiser baixar: a ficha 2 da disciplina.

HL1004 - TOPICOS DE LIT. BRAS. E OUTRAS LITERATURAS DO SÉC. XIX

Ementa: Estudo comparativo de autores e/ou temas e/ou obras de literatura brasileira e outras literaturas no século XIX. Carga horária: 60 horas.

PROGRAMA

JUNHO

08 – Introdução / Programa / Simbolismo

10 – Simbolismo

15 – Baudelaire

17 – recesso

22 – Baudelaire

24 – Baudelaire

29 – Baudelaire

JULHO

01 – Baudelaire

06 – Verlaine

08 – Verlaine

13 – Verlaine

15 – Prova

20 – Rimbaud

22 – Rimbaud

27 – Semana de Letras

29 – Semana de Letras

AGOSTO

03 – Rimbaud

05 – Rimbaud

10 – Rimbaud

12 – Mallarmé

17 – Mallarmé

19 – Mallarmé

24 – Mallarmé

26 – Mallarmé

31 – Lautréamont

SETEMBRO

02 – Laforgue

07 – feriado

09 - recesso

14 – Simbolismo/Modernidade

16 – Prova. Entrega da notas até 19.09, no site.

21 – Prova final.


[OBS: Para recomposição da carga horária de 60 horas, não completa no atual calendário (e prevendo a possibilidade de recessos em função de feriados), a proposta será de realização de leituras guiadas e, talvez, do envio de algumas aulas gravadas, via plataforma Teams.]

Os conjuntos de poemas ficarão disponíveis em pdf, neste site. Além deles, também serão disponibilizados vários textos críticos, sobre cada autor ou sobre o momento literário, que serão comentados ao longo do semestre e devem ser lidos pelos alunos. Alguns outros ainda serão fornecidos ao longo do semestre.

Sobre o Simbolismo: “Introdução: o significado da palavra” e “O swedenborguismos e os românticos”, de Anna Balakian, in: O simbolismo.

“As muitas vozes da poesia moderna”, de Alfonso Berardinelli, in: Da poesia à prosa.

Estrutura da lírica moderna, de Hugo Friedrich

Sobre Baudelaire: As flores do mal e “Baudelaire”, de Anna Balakian.

“Baudelaire antimoderno”, A. Compagnon.

As flores do mal - tradução de J. Castañon.

Sobre Verlaine: Festas galantes, trad. Onestaldo de Pennafort

A voz dos botequins e outros poemas, trad. Guilherme

de Almeida.

Verlaine sim, Rimbaud não”, de Anna Balakian

Art poétique”, trad. Augusto de Campos.

Sobre Rimbaud: Iluminuras, trad. Rodrigo Garcia Lopes e Maurício Arruda

Mendonça.

Uma estação no inferno, trad. Xavier Placer.

Rimbaud, trad. Augusto de Campos.

Antologia de poemas.

Carta, trad. Sandra M. Stroparo.

Sobre Mallarmé: Mallarmé, trad. Haroldo e Augusto de Campos, Décio

Pignatari.

Carta sobre o poema “Azur”.

Mallarmé e o Cénacle simbolista", de Anna Balakian.

Sobre Lautréamont: Os cantos de Maldoror, trad. de Cláudio Willer.

Sobre Laforgue: Litanias da lua, trad. de Régis Bonvicino.

Sobre Simbolismo no Brasil: A estética simbolista. textos. Álvaro Cardoso Gomes.


OBJETIVO GERAL

O aluno deve criar um repertório de leituras de um período e avaliá-lo segundo suas fontes e a influência gerada por ele em outros momentos literários.

OBJETIVO ESPECÍFICO

Ler a poesia fin-de-siècle francesa, responsável por alguns dos principais textos do início da Modernidade e relacioná-la com alguma poesia brasileira influenciada por ela.

PROCEDIMENTOS DIDÁTICOS

A disciplina será desenvolvida mediante aulas expositivo-dialogadas apresentando os conteúdos curriculares teóricos e a leitura de poemas. Serão utilizados os seguintes recursos: quadro de giz, notebook e projetor multimídia.

O site da disciplina deixará disponíveis recados e informações.Os textos trabalhados serão entregues em pdf como forma de oferecer aos alunos acesso mais imediato ao material de trabalho. Esses pdfs estarão disponíveis no site da disciplina.

SITE da disciplina:


FORMAS DE AVALIAÇÃO

A avaliação consistirá de duas provas com o mesmo peso.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

BALAKIAN, Anna. O simbolismo. São Paulo: Perspectiva, 2007. Trad. José Bonifácio Caldas.

CHADWICK, Charles. O simbolismo. Lisboa: Lysia, 1971.

SISCAR, Marcos. Poesia e crise. Campinas: Ed. Unicamp, 2010.

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

GOMES, Álvaro Cardoso (org.). A estética simbolista: textos doutrinários comentados. Ed. Atlas.

MURICY, Andrade. Panorama do movimento simbolista brasileiro. São Paulo: Instituto Nacional do Livro, 1973. 2 vol.

SISCAR, Marcos. De volta ao fim. Rio de Janeiro: 7 Letras, 2016.

TORRES, Marie-Hélène Catherine. Cruz e Souza e Baudelaire: satanismo poético. Florianópolis: Ed. da UFSC, 1998.

Bibliografia Estendida : aqui.